Você sabia que o conceito de retrofit surgiu durante a Segunda Guerra Mundial, quando a cada dia surgiam novas tecnologias no setor armamentista e os equipamentos embarcados nos aviões e navios ficavam desatualizados antes mesmo da sua construção ser concluída? Assim, a única solução era inserir as novas tecnologias logo após a sua construção. E o retrofit voltou à cena em grande escala durante a crise de energia da década de 1970, quando novos recursos foram adicionados a milhões de casas antigas para melhorar a sua eficiência energética.

O retrofit significa a modernização ou atualização de máquinas, fábricas e equipamentos existentes, geralmente mais antigos. A modernização da planta é frequentemente mais ágil e econômica do que uma nova construção. O objetivo é aumentar a funcionalidade dos equipamentos incorporando novas tecnologias, oferecendo vantagens como:

  • Atualização de máquinas e instalações
  • Cumprimento de novos requisitos legais
  • Maior volume de produção
  • Melhor qualidade do produto
  • Maior eficiência energética do sistema
  • Garantia de disponibilidade de peças sobressalentes
  • Redução de custos e investimento em recursos comparados a uma nova instalação
  • Menor custo e esforço para treinamento, pois o pessoal está mais familiarizado com a máquina

Em busca de mais competitividade

Todos os setores da indústria estão em busca de redução de custos e maior produtividade. E uma forma de atingir esse objetivo é agir de forma planejada para manter o maquinário, como misturadores, sempre alinhado aos mais inovadores e eficientes processos, atendendo a atuais e futuras demandas. Para a indústria alimentícia, por exemplo, isso significa contar com misturadores que entreguem as melhores pré-misturas que vão resultar em produtos mais homogêneos. Para o setor de mineração, a o uso da mistura intensiva, significa a possibilidade de manter ou até diminuir os custos operacionais das pelotizações, mesmo com o progressivo afinamento do minério de ferro. E assim por diante, dependendo das necessidades de cada setor.

O desafio está em como manter uma máquina em pleno funcionamento, aumentar o seu ciclo de vida e identificar quando as modificações devem ser realizadas. O retrofit pode ser uma opção atrativa sempre que houver mudança no produto, quando for preciso atender a novos requisitos ou se houver necessidade de aumentar os volumes de produção. Outro motivo pode ser aumentar a segurança operacional.

Conheça as etapas básicas do processo de retrofit:

Etapa de análise

  • Identificar oportunidades de melhoria
  • Avaliar estado atual do equipamento
  • Determinar um plano de ação

Etapa preliminar

  • Desenvolvimento de estratégias de otimização
  • Geração da proposta de otimização
  • Planejamento do trabalho de troca e implantação de peças e recursos

Etapa de execução

  • Implementação baseada na proposta de otimização
  • Instalação e comissionamento de novos componentes
  • Documentação dos novos componentes
  • Treinamento de funcionários
  • Resultado: aumento sustentável da produtividade

Em 8 dias, produção otimizada

Há quase 30 anos a empresa alemã Bernhard Jäger Betonwerk, que produz poços de elevador, entre outros equipamentos, utiliza misturadores Eirich para produzir cimento. Com mais de 100 anos no mercado, a empresa familiar de médio porte conta com um misturador Eirich DE22 desde 1981. Quando foi lançado, a resposta do mercado a esse misturador foi muito positiva, já que oferecia a possibilidade de produzir um concreto de qualidade uniforme.

Mas, como acontece com todos os equipamentos, melhorias vão sendo introduzidas ao longo do tempo. Assim, a Bernhard Jäger Betonwerk decidiu fazer um retrofit no misturador DE22, o atualizando para o modelo DE23. A meta era realizar o retrofit em 4 dias, e o prazo foi cumprido. Após a modificação no controlador do sistema, em 8 dias o cliente retomou a produção, o tempo de mistura foi reduzido quase pela metade e o tamanho do lote aumentou de 1m3 para 1,4m3, praticamente sem alteração na formulação. Agora, qualquer tipo e consistência de concreto, com ou sem aditivos de fibra, podem ser produzidos com o novo misturador, garantindo mais competitividade por um longo tempo.

Por que investir no retrofit

Em resposta à pressão competitiva, empresas de todos os setores precisam, periodicamente, ajustar a sua linha de produção para aumentar a produtividade. Isso inclui a modernização com base nas necessidades dos sistemas existentes de preparação e mistura de materiais. Além de aumentar a produtividade, o retrofit estende o ciclo de vida das máquinas. A Eirich possui ampla experiência em planejamento, engenharia, fabricação e comissionamento de maquinários, e somos o parceiro ideal para uma estratégia de retrofit econômica e baseada nas reais necessidades do cliente.

Confira algumas das vantagens do retrofit realizado pelos nossos especialistas:

  • Inovadoras tecnologias: migração simples e rápida
  • Redução do tempo de conversão
  • Agilidade no processo de retrofit utilizando peças genuínas Eirich com garantia do fabricante
  • Melhorias técnicas impulsionam a eficiência
  • Soluções customizadas para atender as demandas dos clientes
  • Atendimento realizado por especialista antes e após o projeto

A nossa experiência mostra que mesmo pequenas melhorias podem fazer uma grande diferença, otimizando a produção. Independentemente do tamanho do seu projeto de retrofit, o foco da Eirich sempre é entregar mais valor e mais benefícios para o cliente. E não somente otimizando a produção, mas também tornando os equipamentos mais fáceis de operar, substituindo sistemas de controle por versões mais modernas, incluindo serviço remoto, monitoramento de condição e documentação eletrônica.

Entre em contato e saiba mais sobre como podemos impulsionar a sua produtividade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags

62º CBC 7th ICC abceram abividro abravidro agribusiness agritech agro agroindustria agronegócio agronegócios alimenticio alimentos Aproveitamento de resíduos areia de moldagem areia verde argamassa baterias bebidas bndes bndes-finame Cerâmica cerâmica de revestimentos cerâmica-técnica cerâmicos classificação coating cominuição Concreto Congresso Brasileiro de Cerâmica construção coprodutos coronavirus covid-19 descarte de resíduos diatomitos dissolução economia nos custos de produção eirich eirichbrasil EirichGroup embalagens equipamentos equipamentos industriais eventos expomin2016 exposibram2017 farma farmacêutico fenaf2024 fertilizante granulado Fertilizantes fertilizantes-npk fispal Fispal 2019 fispal2018 fispaltecnologia força de trabalho fundição granulação indústria 4.0 industria alimentícia indústria de alimentos indústria vidreira industria-cerâmica insdústria International Congress on Ceramics ISO 22000 ISO 9001 manutenção preventiva materiais de construção meio ambiente metalurgia micropelotização mineração minériodeferro minérios de ferro mistura mistura de fertilizantes mistura intensiva mistura-industrial misturador misturador de alimentos misturador de dissolução misturador de laboratório misturador horizontal misturador para argamassa misturador para fertilizantes misturador para refratários misturador-eirich misturador-industrial misturador-intensivo misturadoras misturadores misturadores industriais misturadorintensivovertical moagem moagem-fina modernização modernização de plantas moinhovertical npk nutrientes OptimaBlend pelotização planta industrial plantas industriais processos-de-mistura processos-industriais produção qualidade da areia qualidade do molde químico reciclagem recuperação de resíduos Recursos Humanos redução de custos redução de emissões reduçãodeminérios refratários resíduos resíduos sólidos retrofit revestimentos ribbonblender separação setor de mineração Setor pet siderurgia sinterização tecnologia Tecnologia de Controle Eirich tecnologia de mistura tecnologia-eirich tendências tintas towermill tratamento de superficies vidro vidro oco vidro plano vidro técnico vidros
mostrar todas as tags