A indústria 4.0 oferece novas possibilidades para combinar maior produtividade com locais de trabalho estimulantes em um bom ambiente de trabalho. Quando usada corretamente, a digitalização pode criar trabalhos atraentes em ambientes seguros, que fornecem espaço para toda a experiência e criatividade do funcionário. Isso vale também para a indústria de mineração.

Mas para ter sucesso é importante analisar o desenvolvimento da perspectiva da força de trabalho. O que acontecerá com o trabalho deles? Que habilidades serão necessárias na mina de amanhã? Também devemos considerar os riscos, como questões de privacidade, aumento do estresse e limites da vida profissional. Essas perguntas devem ser entendidas se quisermos criar locais de trabalho que possam atrair uma força de trabalho jovem e diversificada para o setor de mineração conectado.

A mineração do futuro será moldada em um contexto em que é necessário produzir a custos determinados pela competição internacional. A indústria de mineração superou muitos desafios com a ajuda da tecnologia, mas a tecnologia por si só não será suficiente no futuro. Portanto, embora um processo técnico de produção que esteja na vanguarda seja uma das condições mais importantes para o futuro, ter uma força de trabalho competente que possa lidar com a tecnologia é outra condição, mas igualmente importante – aqui, os problemas geracionais são um grande desafio a ser superado. A digitalização é uma palavra de ordem recorrente que geralmente é reivindicada como capaz de combinar esses dois requisitos. Mas como construímos esse sistema de produção?

Algumas minas já deram passos importantes em direção à mina conectada do futuro. Gradualmente, o setor de mineração se aproxima das visões da indústria 4.0 e das minas totalmente automatizadas, além de instalações de processamento de minério mais sofisticadas tecnologicamente.

Essa nova mineração 4.0 é uma operação em que o minerador deve ser um especialista que garanta que a produção funcione sem problemas. Um operador de mineração 4.0 não está confinado a uma sala de controle. Em vez disso, os dados do processo em tempo real e o status das máquinas seguem a força de trabalho enquanto ela se move pela mina. O mineiro resolve problemas diretamente na fonte, interagindo remotamente com outros operadores, especialistas, fornecedores e clientes em equipes multitarefas. O controle da produção pode até ser feito em um digital twin longe da fábrica. Em resumo, a mineração 4.0 prevê um minerador com sentidos e memória estendidos por meio da tecnologia. Essa tecnologia aproveita e apoia as habilidades humanas e aumenta a consciência situacional por meio de sensores embutidos nas roupas do operador, os chamados dispositivos wearables, enquanto mantém uma vigilância operacional ininterrupta. Isso pode ser essencial em ambientes adversos para gerenciar os efeitos do calor e longos turnos.

O futuro do trabalho: o impacto do digital

O futuro do trabalho não é coisa de amanhã, mas a realidade de hoje. Os relacionamentos entre as pessoas, o trabalho e as organizações evoluem rapidamente nesta era digital e as empresas estão percebendo a necessidade de agir agora para se preparar para os impactos da indústria 4.0. Ao entender o futuro, é importante considerar alguns fatores dominantes da mudança que moldam o futuro do trabalho, descritos abaixo:

  • Mudando as expectativas da força de trabalho

A força de trabalho evoluiu para uma rede mais fluida de funcionários que abrange não apenas o funcionário tradicional, mas também contratados, consultores e freelancers – definidos por relações de trabalho geralmente mais flexíveis e não permanentes. Com um mercado de trabalho cada vez mais diversificado, os empregadores enfrentam agora uma força de trabalho que espera opções de trabalho mais flexíveis, orientadas a locais de trabalho e culturas corporativas que defendem uma cultura de aprendizagem ao longo da vida.

  • Convergência de tecnologia, robótica e Inteligência Artificial

Tecnologias emergentes, como Inteligência Artificial (IA), automação, blockchains e chatbots, por exemplo, estão mudando os ambientes de trabalho à medida que as inovações são cada vez mais adotadas e integradas. Inovadores equipamentos de pelotização, área fundamental no setor de mineração, garantem mais eficiência e produtividade.

  • Fatores sociais e demográficos

Estamos entrando em um período de envelhecimento significativo das populações e consequente crescimento populacional global negativo da idade ativa. A concorrência global pelo talento é cada vez maior, inclusive a impulsionada pela ascensão das economias asiáticas e sua expansão global, o que desafia a capacidade de atrair e reter talentos. Essa nova força de trabalho será agora cada vez mais composta por equipes multidisciplinares.

Ao final, o futuro da força de trabalho no setor de mineração dependerá muito da sua capacitação para atender a requisitos e tecnologias emergentes que, junto com equipes especialmente desenvolvidas para o setor, aumentam a eficiência e a produtividade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags

62º CBC 7th ICC abceram abividro abravidro agribusiness agritech agro agroindustria agronegócio agronegócios alimenticio alimentos Aproveitamento de resíduos areia de moldagem areia verde argamassa baterias bebidas bndes bndes-finame Cerâmica cerâmica de revestimentos cerâmica-técnica cerâmicos classificação coating cominuição Concreto Congresso Brasileiro de Cerâmica construção coprodutos coronavirus covid-19 descarte de resíduos diatomitos dissolução economia nos custos de produção eirich eirichbrasil EirichGroup embalagens equipamentos equipamentos industriais eventos expomin2016 exposibram2017 farma farmacêutico fenaf2024 fertilizante granulado Fertilizantes fertilizantes-npk fispal Fispal 2019 fispal2018 fispaltecnologia força de trabalho fundição granulação indústria 4.0 industria alimentícia indústria de alimentos indústria vidreira industria-cerâmica insdústria International Congress on Ceramics ISO 22000 ISO 9001 manutenção preventiva materiais de construção meio ambiente metalurgia micropelotização mineração minériodeferro minérios de ferro mistura mistura de fertilizantes mistura intensiva mistura-industrial misturador misturador de alimentos misturador de dissolução misturador de laboratório misturador horizontal misturador para argamassa misturador para fertilizantes misturador para refratários misturador-eirich misturador-industrial misturador-intensivo misturadoras misturadores misturadores industriais misturadorintensivovertical moagem moagem-fina modernização modernização de plantas moinhovertical npk nutrientes OptimaBlend pelotização planta industrial plantas industriais processos-de-mistura processos-industriais produção qualidade da areia qualidade do molde químico reciclagem recuperação de resíduos Recursos Humanos redução de custos redução de emissões reduçãodeminérios refratários resíduos resíduos sólidos retrofit revestimentos ribbonblender separação setor de mineração Setor pet siderurgia sinterização tecnologia Tecnologia de Controle Eirich tecnologia de mistura tecnologia-eirich tendências tintas towermill tratamento de superficies vidro vidro oco vidro plano vidro técnico vidros
mostrar todas as tags