Eirich do Brasil
eirich@eirich.com.br

Quebra de grãos durante a mistura de concreto leve 16/07/2021

Sem comentários

A utilização de concreto leve para a produção de tijolos e peças pré-fabricadas é uma grande tendência nos dias de hoje. Os agregados são oferecidos em uma variedade de tamanhos de grãos, e as quantidades usadas nas receitas seguem curvas de distribuição de tamanho de partícula predefinidas. A curva de distribuição de tamanho de partícula determina as propriedades do concreto endurecido. Durante a mistura do concreto, agregados leves podem ser quebrados em pedaços menores por meio do atrito, e quando pedaços ficam presos entre a ferramenta de mistura e a parede da cuba, isso pode levar à destruição de grãos, fazendo com que a curva de distribuição de tamanho de partícula ser deslocada e as propriedades do concreto a serem alteradas. Em misturadores convencionais de ação forçada, os processos também dependem em um grau significativo do tamanho do misturador e do tempo de mistura. Estudos mostraram que os misturadores intensivos Eirich causam menos destruição de grãos e permitem uma produção mais uniforme.

Em concretos leves, a densidade aparente mais baixa em comparação ao concreto normal é obtida através da adição de agregados leves que possuem uma alta proporção de poros de ar e assim reduzem a condutividade térmica do material. Esses agregados leves podem assumir a forma de minerais naturais ou substâncias minerais produzidas sinteticamente. Entre esses agregados de ocorrência natural estão a pedra-pomes natural (a partir da qual os tijolos foram fabricados desde meados do século 19 na região da Bacia de Neuwied, na Alemanha) e escória de lava / cinzas vulcânicas. Hoje, agregados leves fabricados sinteticamente estão sendo usados cada vez mais; exemplos disso incluem argila expandida ou xisto expandido. A rocha natural é processada industrialmente para obter a porosidade necessária. As matérias-primas são finamente moídas, granuladas e espumadas em fornos rotativos. Como produto final, pequenos grânulos redondos de rocha. Além de conter muitos poros de ar, eles também têm uma superfície bastante fechada, o que significa que absorvem muito pouca água. Hoje, a sucata de vidro é triturada de maneira semelhante para a fabricação de espuma de vidro, que possui uma película sinterizada particularmente densa.

Nas normas relevantes, é feita uma distinção entre concreto leve, com uma estrutura densa e concreto leve agregado, com uma estrutura aberta. No caso do concreto com estrutura densa, a curva de distribuição granulométrica pode corresponder à de um concreto normal; a única diferença é que agregados leves são usados em vez de agregados densos. Com concreto de agregado leve com estrutura aberta, que permite densidades aparentes significativamente mais baixas, o agregado é escolhido de forma em que haja o maior número possível de folgas entre os grãos. Os grãos são revestidos com pasta de agente ligante durante a mistura e grudam nos pontos de contato durante a moldagem.

Quando o concreto é misturado, como primeira etapa, o agregado leve é umedecido com água – só então são adicionados o cimento e outras substâncias pulverulentas. Os aditivos líquidos são adicionados com a água restante para a mistura. O tempo mínimo de mistura recomendado para concreto leve com uma estrutura densa é de 90 segundos após a adição de todos os ingredientes, em comparação com 30 – 60 segundos para concreto normal. Está documentado na literatura que um processo de desmistura é sobreposto a cada processo de mistura, razão pela qual o tempo de mistura em um misturador convencional não pode ser estendido arbitrariamente. A melhor qualidade de mistura alcançável em qualquer situação é obtida após certo período de tempo. Se o tempo de mistura for estendido além deste ponto, a qualidade da mixagem começará a se deteriorar.

Ao misturar concreto leve, a qualidade da mistura não é o único fator – também temos que olhar para a destruição de grãos que ocorre durante a mistura. Nos misturadores convencionais, as ferramentas de mistura passam perto das paredes inferior e lateral para movimentar todos os materiais e misturá-los no processo. Os grãos ficam presos entre as ferramentas e as paredes do misturador e são quebrados, resultando em uma mudança na curva de distribuição do tamanho das partículas e aumento da absorção de água. Este efeito também depende do tamanho do misturador (misturadores maiores requerem mais ferramentas de mistura) e do tempo de mistura. Isso só pode ser remediado até certo ponto, aumentando as lacunas entre as ferramentas de mistura e a cuba de mistura – afinal, não queremos que nada seja deixado sem misturar no fundo da cuba de mistura.

Quando se trata de misturar concreto leve, existe outra tecnologia de mistura que provou seu valor: o sistema de mistura Eirich. Em um misturador Eirich (um desenvolvimento posterior do misturador planetário originalmente inventado em 1906 por Eirich), o material sendo misturado é transportado por um recipiente giratório inclinado. A mistura é realizada por uma ferramenta de mistura em rotação rápida, conhecida como rotor, e ela praticamente não tem contato com o fundo da cuba de mistura. Junto com um raspador de parede / fundo estacionário e duas pequenas lâminas de limpeza de fundo no rotor, por um lado, isso reduz significativamente o atrito e o desgaste e por outrom leva a menos destruição de grãos. E como o material é totalmente misturado em uma única rotação da cuba, graças aos efeitos combinados do rotor e do raspador de fundo / parede, esses misturadores realizam suas funções de mistura sem qualquer desmistura. A dependência da destruição do grão no tamanho do misturador também é bastante reduzida. Os misturadores da série ‘R’ Eirich têm apenas uma ferramenta de mistura móvel – seja no tamanho de 1 litro ou 3000 litros. Ter menos ferramentas significa menos material misturado ficando preso, resultando em menos destruição de grãos. Se houver menos ferramentas, isso também significa que o aumento da escala é significativamente mais simples.

Se você estiver interessado em saber mais, nossos centros de teste estão disponíveis em todos os locais de Eirich, onde as vantagens desta tecnologia de mistura superior podem ser demonstradas.

Mais informações: https://eirich.com.br/contato/

Para mais informações sobre os misturadores intensivos Eirich para a indústria de #concreto, ligue: +55 11 4619-8902


O Grupo EIRICH, com Maschinenfabrik Gustav Eirich como seu centro estratégico em Hardheim, é um fornecedor de máquinas, sistemas e serviços para mistura industrial, granulação / pelotização, secagem e moagem fina. A EIRICH tem experiência central em processos e técnicas usados para a preparação de materiais de fluxo livre, lama e lodo. Os principais campos de aplicação de tais tecnologias incluem materiais cerâmicos e refratários, fundições, materiais de construção como concreto e gesso, pastas de bateria, fertilizantes, vidro e processamento de minérios. A estreita cooperação entre nossos centros de teste em todo o mundo e a colaboração com a comunidade acadêmica e de pesquisa permitem que o fornecimento de soluções para produtos e processos inovadores e econômicos. A empresa de gestão familiar foi fundada em 1863 e opera em doze locais nos cinco continentes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *